Várias pessoas podem ser acusadas da morte de Matthew Perry

Polícia está prestes a concluir investigação sobre morte de Matthew Perry envolvendo cetamina, com possíveis acusações a várias pessoas.


Em matéria exclusiva, a revista People informou nesta terça-feira (25), que uma fonte policial revelou que a investigação sobre a morte de Matthew Perry, envolvendo cetamina, está “quase concluída” e que a polícia acredita que “diversas pessoas” devem ser acusadas. A fonte informou também que a decisão final sobre apresentar ou não as acusações caberá ao Ministério Público dos EUA. Já o Ministério Público dos EUA declarou “sem comentários”.

O ex-astro da série “Friends” faleceu em 28 de outubro de 2023, aos 54 anos. Sua morte foi considerada acidental. Um relatório de autópsia obtido pela People em dezembro revelou que ele faleceu devido aos efeitos agudos da cetamina, com fatores adicionais, incluindo afogamento, doença arterial coronariana e efeitos da buprenorfina, um medicamento usado no tratamento de transtornos por uso de opioides.


James Corden visita elenco de Friends no cenário de “Friends: A Reunião” (Reproduçaõ/YouTube/The Late Late Show With James Corden)

Em dezembro, o legista do condado de Los Angeles encerrou a investigação sobre sua morte, conforme relatado pela revista. Em maio, o Departamento de Polícia de Los Angeles (LAPD) informou à People que, após o relatório do legista, iniciou uma investigação sobre as circunstâncias da overdose de Perry.

Em maio, uma fonte investigativa do LAPD disse à People que o departamento estava colaborando com a Drug Enforcement Administration (DEA) e os inspetores postais dos EUA para determinar a origem da cetamina que levou à morte de Perry. A investigação começou em dezembro, após a divulgação do relatório do legista.

A consulta da People à DEA em 25 de junho não foi respondida de imediato. Perry estava em terapia de infusão de cetamina no momento de sua morte, de acordo com a autópsia. Um ano antes de falecer, ele abordou sua luta contra o vício em seu livro de memórias “Friends, Lovers, and the Big Terrible Thing”: “Eu queria compartilhar quando estivesse seguro para evitar o lado negro novamente”, disse Perry à PEOPLE em uma matéria de capa de 2022. “Tive que esperar até estar bem sóbrio — e longe da doença ativa do alcoolismo e do vício — para escrever tudo. Eu tinha certeza de que ajudaria as pessoas se eu fizesse isso.”

Até o momento, o falecimento do querido ator ainda está entre os assuntos mais comentados mundialmente, abordado com frequência, especialmente pelos fãs de “Friends”. Além da série, o astro também abrilhantou filmes como “O Triunfo: A História de Ron Clark”, “Meu Vizinho Mafioso” e “17 Outras Vez”.

Share this content:

Publicar comentário